» 2.3 Produtos » Transtornos de Atenção e ADN


 Transtornos de Atenção e ADN

 

Qual a relação entre os Transtornos da Atenção e o ADN?


A investigação científica sobre a relação entre as perturbações do ADN e os Transtornos de Atenção e Hiperatividade (ADHD) tem sido desenvolvida em três sentidos:

1 - Provar que existe essa relação.

2 - Analizar as variantes dessa relação para sugerir adequação de tratamentos.

3 - Recomendar práticas mais seguras para prevenir o que fôr evitável, nas fases prenatal e neonatal da criança.


Que estudos recentes apontam para essa relação de causa-efeito?


Seleccionámos os seguintes estudos publicados:

DNA chip to diagnose attention deficit hyperactivity disorder?
Este artigo, publicado na Science Daily, apresenta um novo desenvolvimento de diagnóstico das perturbações de atenção e de hiperactividade (ADHD).

O sistema está fundamentado na padronização de polimorfismos do ADN, relacionados com diferentes caracterizações do ADHD. Essas caracterizações permitem entender melhor a sua natureza e adequar os possíveis tratamentos.

Esta investigação relaciona de forma inequívoca o ADHD com alterações do ADN.

 
Fetal Radiofrequency Radiation Exposure From 800-1900 Mhz-Rated Cellular Telephones Affects Neurodevelopment and Behavior in Mice
As desordens de comportamento nas crianças vão sendo cada vez mas prevalentes, sem que a sua etiologia esteja bem compreendida. A associação entre o uso de telefones celulares na fase prenatal e a hiperactividade, já foi estabelecida. Não obstante, os efeitos directos da exposição à radiação de radiofrequência no neurodesenvolvimento, continuam por esclarecer.

 
Imprimir   
topo topo
 

                                       Serviços
Vitalização
   biológica
 
Geohabitat (c) 2009