» 2.3 Produtos » Bio-eletromagnética e saúde


Bio-eletromagnética e saúde


A alteração do ambiente eletromagnético vital e os riscos para a saúde

 
As espécies humana, animal e vegetal estão hoje ameaçadas porque o homem está continuamente a destruir o ambiente eletromagnético vital, devido a:

1 - Poluição atmosférica que cria buracos na camada de ozono, o que permite a entrada de radiações perigosas na troposfera.

2 - Revestimento do solo com betão, o que impede a emissão dos iões negativos vitais.

3 - Campos eletromagnéticos artificiais de 50Hz, que são emitidos por cabos elétricos e aparelhos.

4 - Radiofrequências, e entre elas as microondas digitais emitidas por telefones móveis, telefones sem fios, antenas de comunicações móveis, fornos de microondas e outros aparelhos que emitem radiações.
 
Estas radiofrequências também influem indirectamente na saúde, ao contaminarem as redes naturais de radiação cosmo-telúrica, o que as torna mais agressivas.
 
 

A importância da proteção contra a contaminação e contra as radiações, especialmente durante o período de repouso

 
Assim, as radiações naturais e artificiais, bem como as contaminações físicas, químicas e biológicas, podem provocar perturbações e doenças, se o corpo ficar exposto a elas continuamente, como durante a fase do sono.

É durante a fase do sono
que o nosso corpo se regenera e que os sistemas imunológico e endócrino produzem as moléculas vitais e terapêuticas.
 

Para que se mantenha saudável, é indispensável que, pelo menos durante a fase do sono, o corpo repouse numa zona neutra, em termos de radiações naturais e artificiais e de contaminações químicas e biológicas

 
 
Imprimir   
topo topo
 

                                       Serviços
Vitalização
   biológica
 
Geohabitat (c) 2009