» 2.3 Produtos » Autismo e radiação


Autismo e radiação


Qual a possível relação entre o autismo e a radiação eletromagnética?


Nas duas páginas anteriores há referências sobre:

a) Autismo e ADN
b) ADN e radiação


Essas referências deixam em aberto um caminho de avaliação sobre as possíveis influências da radiação eletromagnética no ADN, e dessas influências como configuradoras do espetro autista.
 

Segundo alguns autores, essa possível relação, associada ao aumento exponencial da radiação eletromagnética no ambiente, pode estar a causar o aumento de crianças com transtornos do espetro autista.


Apresentamos algumas referências nesse sentido:

Possível associação entre radiação electromagnética e autismo
Um estudo publicado pela PubMed, em anexo, da autoria de Kane RC, avalia a possível associação entre a exposição fetal/neonatal a radiação electromagnética de radiofrequência e o aumento da incidência de perturbações do espectro autista(ASD). 

 
Why Autism Happens
 Este website apresenta uma teoria bem fundamentada sobre a possível relação entre o autismo e a degeneração do ADN transmitida pelo esperma do pai.

De acordo com os cálculos que estão neste website, o pai terá uma influência de 80% nos casos de autismo e isso devido à frequente proximidade do uso dos telemóveis em relação ao seu aparelho reprodutor (mais provável do que no caso do aparelho reprodutor da mãe).

 

Imprimir   
topo topo
 

                                       Serviços
Vitalização
   biológica
 
Geohabitat (c) 2009